• usalpini
  • cappellano
    On Amazon website is available the second edition of a guide to WWII sites in Italy was published. It includes a chapter about battlegrounds and monuments to the 10th Mountain Division and Brazilian forces in the Apennines.
      The museum contributed to this chapter by giving its author, Anne L. Saunders, a tour of selected local sites.

     A Travel Guide to World War II Sites in Italy (2nd edition) has twenty chapters and describes almost 200 locations, beginning in Sicily and ending at Trieste. It has its own website and on Amazon you can see a preview of the book


Sistema do museu

 

à entrada do museu

    O sistema do museu de Iola di Montese inaugurado em 2011, é formado por uma série de coleções temáticas, composto de aproximadamente de 4.000 objetos, agrupados em  16 salas, numa area  de aproximadamente 600 metros quadrados e algumas rotas que atravessam os campos de batalha onde os soldados aliados e alemães lutaram entre o final de 1944 e 1945 , sobre a última rota de defesa da Linha Verde, mais conhecida como a Linha Gótica.    

    O museu, reconhecido como MUSEU DE QUALIDADE "pelo Instituto de Patrimônio Artístico Cultural e Patrimônio Natural da Região da Emilia Romagna, tem  vista para a praça da cidade, que está aproximadamente a  920 metros acima do nível do mar, ao lado da igreja construída em 1630. A hospitalidade é fornecida por grandes estacionamentos e casas de agroturismo vizinhas, que são de fácil acesso com uma breve caminhada.

 
     O acervo Memórias da Itália é formado, desde a sua criação em 2003, por uma série de coleções específicas do período da Segunda Guerra Mundial, divididas em salas dedicadas a vários exércitos que lutaram na região entre o final de 1944 até o final da guerra na Itália; a Wehrmacht Heer, 232 º Divisão de Infantaria e 114 º  Jager  - Exército dos EUA 10ª Divisão de Montanha, FEB, Força Expedicionária Brasileira e do Exército Real Italiano e o da República Social. Uma vitrine abriga alguns objetos doados pelo exército britânico.

     Todos os objetos, agrupados pela tipologia, representam o que os soldados tinham disponível  na linha de frente. Estão expostos uniformes, condecorações, medalhas, armas, objetos de uso pessoal de primeiros socorros e vários tipos de roupas e acessórios. As coleções, destacam as características técnicas, de qualidade e conforto, disponíveis na linha de frente de batalha, o objetivo é compreender o que estava por trás de muitos dos combatentes no campo de batalha de acordo com o axioma de que as guerras são vencidas pelo exército que tem os homens mais motivados e a melhor logística. O museu foi oficialmente reconhecido pela Associação dos Descendentes da 10ª Divisão de Montanha, que a cada três anos organiza turnes de retorno aos campos de batalha das montanhas Toscana-Emiliano: A próxima turnê está prevista para junho de 2015 e será um evento importante comemorativo ao 70º aniversário das batalhas do 5º Exército, nesta área, quando os  soldados da 10ª Divisão de Montanha derrotaram as defesas dos alemães. Os soldados brasileiros FEB, após a conquista de Monte Castello e Montese, substituíram os americanos na parte retaguarda. Nas salas dedicadas à história do nosso país também há livros, boletins e objetos escolares de décadas

Questo sito utilizza i cookie. Se vuoi saperne di più clicca qui.
Chiudendo questo banner, scorrendo questa pagina o cliccando qualunque suo elemento acconsenti all’uso dei cookie.